O contínuo linguístico na região fronteiriça Brasil - Uruguai. O entreberado esa língua que inbentemo aqui. - Silvia Etel

O contínuo linguístico na região fronteiriça Brasil - Uruguai. O entreberado esa língua que inbentemo aqui.

By Silvia Etel

  • Release Date: 2015-10-25
  • Genre: Línguas estrangeiras

Compartilhe

seu livro de cabeceira!

Description

O presente trabalho estuda o fenômeno da mescla linguística observada nos dialetos falados na região de fronteira entre Brasil e Uruguai (Santana do Livramento - Rivera), resultante do contato entre os sistemas linguísticos de ambos os países. Para uma melhor compreensão do contínuo linguístico observado nos dias de hoje, reconstruímos o contexto sócio-histórico das comunidades de fronteira desde antes da instalação da situação de contato dos dois grupos étnicos, o brasileiro e o uruguaio. Para constituir o corpus, composto por 43 informantes de nacionalidade uruguaia da cidade de Rivera, realizamos uma pesquisa de campo a partir de duas técnicas: a observação participante e a entrevista sociolinguística. Nele analisam-se alguns aspectos fonético-fonológicos e morfossintáticos que revelam o fenômeno da mescla e, por conseguinte, a variabilidade no emprego das regras de ambos os sistemas (o português e o espanhol). A análise que fizemos, baseada nas pesquisas sociolinguísticas realizadas na região, nos permitiu observar que os dialetos apresentam algum tipo de semelhança com as interlínguas (ILs) de aprendizes de línguas estrangeiras (LE), tais como a variabilidade e instabilidade. Desse ponto de vista, e tendo em conta os estudos feitos sobre tais ILs, observam-se também alguns mecanismos de produção subjacentes a ambos os sistemas, como a transferência, a simplificação, a hipergeneralização, etc. A partir dessa constatação, passamos a denominar os dialetos portugueses do Uruguai (DPU) interlíngua da mescla (ILM) e a observá-los sob essa perspectiva. A análise realizada confirma a nossa hipótese principal de que a mescla linguística observada nos DPU seria uma espécie de interlíngua, isto é, um sistema intermediário no qual são compartilhadas características das línguas que estão em contato, o português e o espanhol.